Secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do MCTI visita o CVT
Qui, 22 de Agosto de 2013 10:39
PDF Imprimir E-mail

Aproveitando a passagem pelo Recife, onde acontecia a 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Oswaldo Duarte Filho, o secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) passou pela sede do CVT Metal Mecânica, no bairro do Engenho do Meio, para conhecer a infraestrutura da unidade, um fruto da parceria entre o NECTAR (Núcleo de Empreendimentos em Ciência, Tecnologia e Artes) e o referido ministério.

Contando com o apoio financeiro do Governo e o gerenciamento do NECTAR, o CVT se dedica a prestar assistência técnica e formar recursos humanos para as empresas ligadas ao setor de Metal Mecânica em Pernambuco. O espaço conta com duas salas de aula, um laboratório de solda e outro de encanamento industrial, dois laboratórios de Informática e uma biblioteca.

Os CVTs são apoiados desde 2003 pelo MCTI, que continua investindo na implementação de novas unidades, bem como na modernização das já existentes.  Em Pernambuco, a ideia de criar um CVT surgiu a partir da necessidade de atender a demanda criada por grandes empreendimentos, como a Refinaria Abreu e Lima (Rnest), o estaleiro Atlântico Sul e o Complexo Industrial Portuário de Suape.

"As empresas passaram a ter dificuldades com a falta de pessoal capacitado e o conceito de CVT teria perfeita aderência à realidade local. Por isso, apresentamos um projeto ao MCTI, com com a ideia de fortalecer as empresas, por meio de consultoria e assistência", explica o diretor-presidente do NECTAR, Edson de Barros Carvalho.

Até o momento do encontro, já haviam sido qualificados 97 soldadores e 65 encanadores, sendo que 30% deles já estão inseridos no mercado de trabalho. Paralelamente, 320 empresas receberam consultoria em gestão e inovação. A visita do secretário ganhou destaque no site do ministério, em uma matéria que explica mais sobre o funcionamento do CVT e apresenta o Núcleo como um importante aliado do desenvolvimento socioeconômico de Pernambuco.

Próximos passos

Durante a 65ª SBPC, Duarte Filho anunciou novas ações para impulsionar o programa. R$ 20 milhões serão investidos na implantação e modernização de CVTs. Outros R$ 30 milhões serão aplicados na criação de centros na área de agroecologia, em uma iniciativa em parceria com os ministérios da Educação (MEC), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Pesca e Aquicultura (MPA) e do Desenvolvimento Agrário (MDA).

No que se refere ao CVT Metal Mecânica, está programada a abertura de duas novas turmas para a formação de mais 200 profissionais, bem como a realização de um workshop para estabelecer um canal aberto com o empresariado. Uma ferramenta de Ensino a Distância (EaD) para o acompanhamento das aulas também será lançada.